CAIXINHAS DE VENTO – Wind boxes


Poesias e Cia - Ana Teixeira

ventania.jpg

Somos brisa,  quando a vida nos tira do lugar

e se torna música depois de uma intriga….

Somos ventania esmagando  desejos,

que de tão febris viram troços de desapego…

Somos tempestade, porque dobramos o ar do avesso

desabamos  e inundamos, seja qual for o endereço….

Rajadas de ventos,  emboladas com sorrisos,

calmaria, seguida de granizo,

vento forte que destrói tudo, mas amanhece dormindo!

Belo dia! Vamos começar de novo? ” Somos brisa…”

Ver la entrada original

Anuncios